Aquário de São Paulo: uma mistura de aquário com zoológico

No último fim de semana fomos até São Paulo para comemorar os três anos do primo Matteo.

Como temos muita família em SP, acabamos não fazendo programas turísticos, pois não sobra tempo, mas desta vez queríamos fazer algo diferente no domingo e escolhemos o Aquário de São Paulo. Como todos os aquários no Brasil e pelo mundo, o ingresso é um pouco salgado, mas valeu muito a pena! O preço cheio é R$ 80,00, mas se comprar pela internet com cartão Santander tem 10% de desconto e às quartas e quintas tem tido promoções também pelo site de ingressos a R$ 50,00. Ah, crianças só pagam a partir de três anos!

De fora (e até o meio da visita) você não imagina, mas o aquário tem 15 mil m² e 2 milhões de litros de água. São quase 3 mil exemplares de cerca de 300 espécies de animais. O aquário é temático, dividido em setores que nos levamos por uma viagem internacional. O primeiro setor é dedicado à água doce e retrata as florestas brasileiras, abordando temas como poluição dos rios e espécies ameaçadas de extinção. É nesta ala que ficam os famosos filhotes de jacarés albinos. Os meninos ficaram impressionados, nunca tínhamos visto e depois eu soube que o Aquário de São Paulo ficou famoso internacionalmente por esses jacarés, que são os únicos em exposição no mundo. Os meninos também se encantaram com os outros jacarés, lagartos, iguanas e serpentes.

Depois vem o oceanário, com mais de 1 milhão de litros de água, simula uma visita a um submarino naufragado, cercado de tubarões e raias. Aqui os meninos adoraram ver o Nemo e a Dory e outros peixes lindinhos!

O último setor é uma agradável surpresa, parece um brinde, compre ingresso para o aquário e leve grátis um passeio pelo zoológico. É o setor de mamíferos, que começa com um fascinante passeio em meio à selva amazônica. Visores gigantes apresentam o Tapajós, um filhote de peixe-boi que pode ser apreciado também por uma visão privilegiada por meio de uma passarela por cima do recinto. O aquário apresenta ainda uma área dedicada a animais da oceania, com cangurus, coalas e equidinas. Há ainda pequenos animais da África como suricatos e lêmures. Para encerrar o passeio, conhecemos os ursos polares Aurora e Peregrino, que nasceram na Rússia e são umas simpatias – gostam de se exibir para o público (como neste vídeo). Juntos pesam 730 kg e ficam em um espaço de 1.500 metros quadrados, com temperatura entre -15 °C e -5 °C.

Leia também

One comment

Deixe uma resposta