Beto Carrero: parque com nível de primeiro mundo

O Beto Carrero acaba de completar 25 anos e isso me animou a compartilhar com vocês nossa experiência de viagem para lá, há pouco mais de um ano. Eu sempre achei o projeto incrível, pois é o único parque temático do Brasil que realmente conseguiu dar certo e continua tendo nível de primeiro mundo mesmo após a morte de seu idealizador. É uma viagem barata e muito divertida. Bastam dois dias para ir a todos os brinquedos e o valor do ingresso é cerca de R$ 100,00 (crianças entre 4 e 9 anos pagam quase o mesmo que crianças maiores e adultos, mas há passaporte para dois ou mais dias). Nós fomos em outubro então as crianças não pagavam e também calhou de ser aniversário do meu marido e ele não pagou neste dia também. Mas achamos outubro muito cheio. O melhor é ir dia de semana e fora de temporada ou mês das crianças, mas confira antes o calendário de funcionamento no site http://www.betocarrero.com.br/, porque tem época em que o parque não abre segunda, terça e quarta. A novidade em comemoração aos 25 anos é a inauguração da Casa do Projeto TAMAR, no Zoo do Beto Carrero World. Além dos brinquedos, os pontos altos são o zoo e os personagens graças à parceria com a Dreamworks (tiramos fotos com a turma do Shrek e Kung Fu Panda, mas também tem muita coisa de Madagascar). Coloquei um breve roteiro da nossa viagem abaixo:

 

ROTEIRO BETO CARRERO

  • Nós optamos por ficar em Balneário Camboriú, pois minhas pesquisas indicaram que não tinham muitas opções de restaurante em Penha, que é onde fica o parque, mas quando formos de novo acho que vamos ficar em Penha mesmo. Não achamos nada demais em Balneário e acabamos não passeando muito por lá;
  • Alugamos um carro com cadeirinha no aeroporto de Florianópolis e ficamos com ele direto, fomos de carro para o parque. Usando wase é fácil de achar e o estacionamento é daqueles grandes;
  • Ficamos no hotel Plaza Camboriú que tem uma boa estrutura, com piscina, quartos confortáveis, café da manhã gostoso e área baby com brinquedos;
  • Acabamos não indo ao Cristo Luz, mas é uma atração turística famosa de Balneário;
  • Chegamos à tarde de viagem e fomos à estação do Parque Unipraias, o famoso teleférico de Balneário Camboriú que é a principal atração turística da cidade. A estação da Barra Sul é a primeira de três estações por onde o bondinho passa. O passeio custava, há um ano, R$ 36,00 (adulto) ou R$ 18,00 (criança de 6 a 12 anos e sênior acima de 60 anos). A gente só andou no teleférico e não desceu nas estações, pois as atrações são para crianças maiores, mas parecem ser bem legais. Achei o teleférico bem alto, mas eu sou medrosa…
  • Perto da estação tem um “Barco Pirata”, um passeio de barco onde alguns atores vestidos de piratas fazem um pequeno teatro a bordo, interagindo com os visitantes. Acabamos não indo porque começou a chover, mas eu achei legal;
  • Tivemos só quatro dias de viagem. O primeiro foi dia de chegada, então perdemos a manhã, o segundo e o terceiro foram dias de Beto Carrero e o quarto era o dia de volta, fomos até Jurerê Internacional almoçar com a família do meu marido.

 

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Acabamos indo em uma churrascaria no primeiro dia. No segundo dia jantamos em um restaurante de frutos do mar na orla (existem vários bem gostosos) e no terceiro dia comemos no hotel mesmo, pois o cansaço era enorme.

 

PARQUE

  • O parque fica em Penha, a cerca de 40 km de Balneário Camboriú. É uma cidade pequena, sem muitos atrativos, na verdade, o único atrativo é o Parque;
  • Dois dias são suficientes para ver tudo;
  • Nós adoramos o parque, mas não recomendamos ir na semana da criança e em fim de semana, pois fica muito cheio, ou seja, filas de 1h em cada brinquedo…
  • Compramos todos os ingressos e o almoço do Excalibur pelo site do Beto Carrero antes da viagem;
  • Se alguém estiver fazendo aniversário no dia em que for ao parque tem que avisar, pois não paga o ingresso;
  • Se você quiser tirar foto com os personagens do parque, tenha paciência para enfrentar a fila. O meu mais velho adora tirar foto com personagem, por isso achamos que valia a pena, mas eles fecham a fila em determinado momento e aí você tem que voltar no próximo horário. Os horários estão no guia do Beto Carrero que você pega logo na entrada e nas plaquinhas que ficam nos pontos de foto. Para a gente, valeu a pena esperar, conseguimos tirar com Shrek e sua turma e Kung Fu Panda;
  • Nós viajamos só com um carrinho, para o Enrico, que tinha um ano na época, mas no segundo dia acabamos alugando um carrinho para o mais velho, o custo era R$ 40,00;

 

Abaixo alguns detalhes:

9H ÀS 18H – FUNCIONAMENTO DO PARQUE (BRINQUEDOS, ZOOLÓGICO, SHOWS E ATRAÇÕES EM GERAL)
19H – ENCERRAMENTO GERAL

DIA 1

12:00 = EXCALIBUR (PAGO À PARTE).
É o almoço medieval com luta de cavalheiros. Luca e Enrico adoraram e a comida é ok. A plateia interage o tempo todo. Vale bem a pena! Mas é bom comprar antes pelo site.

14:00 = MADAGASCAR CIRCUS SHOW
Show maravilhoso! Vale a pena participar. Nível musical de hollywood! Eles abrem sempre 30 minutos antes.

13:30 ÀS 15:30 = MONGA (APRESENTAÇÕES DE 15 MINUTOS CADA)
Não fomos porque uma amiga minha disse que entrou e saiu, pois o filho de 6 anos morreu de medo.

17:00 = PARADA MÁGICA
A parada é bem rapidinha, pegamos nos dois dias, é tipo parada da Disney, bem legal. Os personagens circulam pela praça central do parque, acenando e cantando em “carros alegóricos”.

+ brinquedos

 

DIA 2

13:00 = VELOZES E FURIOSOS SHOW
Tem que chegar bem antes, pois lota muito rápido. É muito legal! Carros, velocidade e efeitos especiais.

15:00 = BLUM
É tipo um circo, show de contorcionismo e coreografias no fundo do mar, muito bacana.

18:00 = O SONHO DO COWBOY
É um show de encerramento, os adultos não curtem muito, mas as crianças amam, conta a história do Beto Carrero. Achei o show longo, 1h. Às 16h já tinha gente formando fila, eles abrem meia hora antes, mas o local para o público é enorme, então acaba que todo mundo consegue assistir.

 

Neste dia acabamos indo mais nos brinquedos e zoológico que é muito legal e toma bastante tempo.

 

Alimentação

Há uma praça de alimentação coberta no centro do parque com muitas mesas e grande variedade de restaurantes. Também há lanchonetes e lojinhas de conveniência espalhadas pelo parque, assim como sorveteria. Na área de brinquedos infantis há um grande buffet de sorvetes chamado de “Palácio dos Sorvetes”.

 

Raskapuska

O Raskapuska é um passeio por dentro de uma montanha mágica, em um trenzinho, que passa pela água.

DumDum

Montanha-russa para os pequenos. Os vagões da DumDum formam um grande jacaré, que é personagem da turma do Betinho Carrero.

Xícaras Malucas

As tradicionais xícaras que deixam alguns tontos e são disputadas por tantos outros.

Roda Gigante

Os carrinhos têm chapéus de cowboy e permitem uma bela vista do parque. Crianças precisam ser acompanhadas por um adulto.

Madagascar Crazy River Adventure

O tema dessa ótima atração para os dias de calor é a turma de Madagascar. A altura mínima é 0,80m e crianças até 1,30m devem estar acompanhadas de um adulto.

Ferrovia Dinomagic

Um grande trem passeia por 5km por dentro de uma área preservada de Mata Atlântica. O trajeto segue para a Caverna dos Dinossauros, uma viagem no tempo!

Teleférico

Passeio legal para a hora do pôr do sol. Aproveite para apreciar a linda vista.

 

Baby Elefante

Esse é ideal para crianças menores, com carrinhos em forma de elefante que giram em diferentes alturas e devagar.

 

Auto-Pista

O conhecido carrinho de bate-bate que não só as crianças, mas os adultos também adoram.

 

Tigor Mountain

Uma das principais atrações do parque, é uma montanha-russa para as crianças maiores.

 

Betinho Carrero 4D

Brinquedo foto para crianças menores. A história se passa numa mina de ouro e todo o cenário e decoração são baseados neste tema.

 

Leia também

Deixe uma resposta