Festa de futebol

Os seis anos do meu mais velho foram comemorados com uma festa de futebol. Meninos nessa idade normalmente adoram futebol, né? Contratamos uma animação para fazer um campeonato de futebol que dividiu as crianças em equipes e fez muitas outras brincadeiras para aqueles que não gostam de futebol. Muitas meninas participaram do campeonato também! Bom, eu joguei muito futebol na infância e adolescência, então me identifico muito com as meninas fãs de futebol. No fim do campeonato todas as crianças (mesmo as que não jogaram) ganharam medalhas.

Na decoração, o maior destaque foi a tela de segurança imitando rede de gol onde pendurei as camisas de futebol do meu filho (as que ele não ia usar no dia, porque durante a festa usou roupas de quatro times – Brasil, Botafogo, Itália e Alemanha). Também penduramos bolas de leite no teto e depois do parabéns distribuímos para as crianças menores. A decoração da mesa foi simples, pois a festa era uma espécie de piquenique, usamos acessórios que já tínhamos para colocar os doces, mas colocamos grama sintética em cima dos suportes de vidro para dar um ar de futebol. Também usamos grama sintética em uma bandeirola que trazia o nome LUCA. Imprimi toppers para os docinhos com os desenhos de troféu, chuteira, camisa de futebol e bola. Coloquei uns pirulitos coloridos com tag de bola e foi um mega sucesso, voou depois do parabéns! Usei o jogo de futebol de dedo dele para decorar a mesa e serviu como suporte para docinhos também. Comprei um troféu no qual mandei gravar as informações do meu filho (nome e idade) e também coloquei na mesa.

Para as mesas dos convidados, usamos sobretoalha verde na qual fizemos com giz um campo de futebol e compramos caixinhas de bolas de futebol de plástico para colocar como centro de mesa, com guloseimas dentro. O brinde (que estava numa sacolinha verde com escudo de cada time – perguntei antes para as mães quais eram os times das crianças) foi um jogo de futebol de botão, um chaveiro de bola e um lápis do time específico com “Luca – 6 anos”.

 

Leia também

Deixe uma resposta