Museu da Seleção Brasileira: passeio imperdível para quem ama futebol

Meu filho mais velho é apaixonado por futebol. Daqueles que passam o dia todo jogando no clube e quando chegam em casa ainda querem jogar mais um pouco (na varanda, porque aqui não tem play) e depois ainda jogar no Play Station. Enfim, não cansa nunca! Por isso achei que ele ia adorar conhecer o Museu da Seleção Brasileira, que fica na sede da CBF, na Barra da Tijuca/Rio de Janeiro. E não deu outra. Ele ADOROU! Fomos na última quinta-feira, então era dia útil, mas férias escolares e só tínhamos nós dois e mais um grupo de quatro pessoas. Desde a entrada fomos acompanhados por uma guia que explicava tudo com muitos detalhes. Para mim, que não sou entendida de futebol, foi ótimo. Não sei se um especialista teria alguma crítica…

O museu tem muita história, como não poderia deixar de ser, desde a estreia da Seleção Brasileira de futebol em uma partida oficial até os Jogos Rio 2016, mas o que eu achei mais legal foi a quantidade de atrações interativas. Luca ficou impressionado com a sala de troféus e presentes que o Brasil ganhou de outros países, é uma vitrine do chão ao teto de cada lado do salão, com pratos chineses, taças, esculturas, tudo lindíssimo. Também tem uma exposição de camisas da seleção e as réplicas das taças das Copas do Mundo que ganhamos. Neste espaço um telão 180 graus com imagens de jogos deixa crianças e adultos boquiabertos. Tem um outro salão onde podemos escolher um ano e ir navegando pelos vídeos e fotos dos jogos do Brasil. Perdemos um bom tempo ali, relembrando momentos marcantes dos quais eu lembrava. Ali eu apresentei o Taffarel ao Luca. Era um dos meus ídolos do futebol e o Luca adora jogar como goleiro. Neste salão também ouvimos as narrações de rádio memoráveis.

Em outro espaço há uma exposição de bolas customizadas por estado do Brasil. Como seria uma bola de futebol se ela tivesse que representar a Amazônia. Bem bacana! Nos lembra como nosso país é rico culturalmente. Já na reta final nos divertimos com uma área de jogos eletrônicos que tinha jogo da memória, quebra-cabeça e quiz (esse nem me atrevi a tentar…), mas nos dois primeiros mandamos bem. Ali perto óculos de realidade virtual faziam com que você se sentisse dentro de um jogo da seleção. E como o Luca gostou dessa sensação, insistiu muito para levar para casa uma foto em que virou um dos jogadores da Seleção Brasileira. Foi um passeio sobre o qual eu não tinha muitas expectativas, mas surprendeu. O Museu da Seleção Brasileira fica aberto todos os dias, exceto 25/12 e 01/01, das 10h às 18h (última entrada permitida: 17h30). A entrada inteira custa R$ 22. Há descontos para grupos de escolas e gratuidade para crianças menores de 6 anos, pessoas com necessidades especiais com direito a até dois acompanhantes, professores da rede pública, ONGs e projetos sociais pré-agendados. Mais informações pelo telefone (21) 3572-1963 ou pelo site https://museuselecaobrasileira.com.br.

Museu da Seleção Brasileira

  Museu da Seleção Brasileira

Museu da Seleção Brasileira Museu da Seleção Brasileira

Museu da Seleção Brasileira

Museu da Seleção Brasileira  Museu da Seleção Brasileira

Museu do Futebol
Foto: CBF

Museu do Futebol
Foto: CBF

Museu do Futebol
Foto: CBF

Museu do Futebol
Foto: CBF

Museu do Futebol
Foto: CBF

Museu do Futebol
Foto: CBF

Museu do Futebol

Foto: CBF

Leia também

Deixe uma resposta