21 de março é o Dia Internacional da Síndrome de Down

Vamos falar sobre essa síndrome? No Brasil, segundo as estatísticas, a cada 700 bebês que nascem, um tem Síndrome de Down, uma alteração genética produzida pela presença de um terceiro cromossomo no par 21. Certamente você conhece crianças com Down, mas normalmente eles são filhos de nossos amigos, familiares, vizinhos, conhecidos, infelizmente ainda não estão nas escolas dos nossos filhos, porque não vemos tantas escolas inclusivas. Não deveria ser uma ou outra, mas todas, né?

Eu já tinha ouvido falar dos benefícios que a convivência com cavalos e animais em geral traz para as crianças com Down, mas não sabia dos benefícios da hidroterapia, uma modalidade da fisioterapia, aquática, que pode ajudar muito neste contexto de cuidados pessoais, contribuindo também para a socialização do paciente junto aos outros praticantes da atividade. Quem explica é o fisioterapeuta Rogério Celso Ferreira, da Fisior Hidroterapia, em Belo Horizonte (MG): “A hidroterapia estimula o controle motor do portador da síndrome; a água oferece ao mesmo tempo sustentação e resistência e a pessoa consegue realizar atividades que seriam impossíveis fora da piscina. Com isso, o paciente se sente mais seguro de seus movimentos e torna-se capaz de realizá-los com mais eficiência, alcançando mais independência e satisfação nos exercícios propostos na sessão”.

Foto: http://noahsdad.com

Deixe uma resposta