Lembrancinha de viagem de Fernando de Noronha

Mamãe e papai tiveram o casamento de grandes amigos em Fernando de Noronha e não conseguiram levar os pequenos na viagem.

Viajar sem filhos é um belo descanso, para um paraíso desses e para momentos tão agradáveis, melhor ainda, mas não conseguimos parar de pensar neles e queríamos trazer alguma lembrancinha na bagagem. Tratando-se de Noronha, tinha que ser lembrancinha mesmo porque tudo é caro e o comércio não é tão desenvolvido, então você não encontra coisas muito legais.

De início compramos duas toalhas estampadas com tubarões e tartarugas, caras, mas sabíamos que eles iam gostar e seriam úteis. Depois descobri o livro “Nina e o Tubarão” e não resisti, acabei comprando mais um presentinho, mas para os dois “dividirem”. O livro da jornalista Cláudia Prosini conta a aventura da menina Nina, que existe de verdade, e vive na ilha de Fernando de Noronha, com um tubarão limão. Durante um mergulho, Nina encontra o tubarão e fica apavorada, pensando nos ataques que ocorrem no litoral de Pernambuco. Mas, depois de muita conversa, acaba descobrindo curiosidades sobre os tubarões, por que alguns atacam e outros não, qual a comida preferida desses temidos peixes e mais: que nem todos são agressivos.

“Nina e o Tubarão” tem 40 páginas e, além da história ser uma graça o livro é todo ilustrado, pelo designer gráfico pernambucano Thiago Lyra, que também foi responsável pelo projeto gráfico do livro, impresso em papel reciclado. Essa foi uma lembrancinha de ótimo custo-benefício, apenas R$ 26,00 e imediatamente se tornou a história preferida do pequeno Enrico que já levou para a escola e pede para eu contar TODO DIA antes de dormir há umas duas semanas…

Ah, este é o segundo livro da série. O primeiro é “Nina e a Tartaruga” que eu não resisti e comprei para a afilhada, Nina.

Leia também

Deixe uma resposta