TBT: suporte para um banho do bebê seguro

suporte para um banho do bebê seguro

(post originalmente escrito em novembro de 2014) Recém nascidos são tão frágeis que a gente fica insegura em vários momentos e o banho do bebê em geral é o principal deles.

Aquele bebê parece tão pequenininho sem roupa, não para de se mexer e de chorar e o sabonete deixa a gente morrendo de medo dele escorregar dentro da banheira durante o banho do bebê.

Estou no meu segundo filho homem e como a diferença de idade é de 4 anos algumas coisas têm sido diferentes. Uma delas é o suporte para a hora do banho do bebê que herdei da minha cunhada que teve filho no início do ano.

Não usei no meu filho mais velho – não sei se não existia ainda ou se eu é que não conhecia -, mas achei uma excelente aquisição para dar mais segurança e firmeza na hora do banho. Ele funciona como um colchão inclinado, fica dentro da banheira e o bebê em cima dele. Vende em algumas lojas de bebê, mas também na Amazon, por R$ 89,90 essa versão da Safety 1st.

 

Bouncer: a cadeirinha infantil que é um sucesso

Escrevi esse post há quase nove anos, mas hoje vendo um debate em um grupo de mães achei interessante editá-lo e republicá-lo. A bouncer ou cadeirinha de descanso foi um dos Top3 da minha lista de enxoval. Usei muito e achei que valeu cada centavo (valeria, porque no meu caso foi herança). No debate que eu citei algumas mães diziam que achavam desnecessária. Enfim, existem muitos itens polêmicos em uma lista de enxoval, mas gostaria de compartilhar a minha experiência.

O modelo que eu usei não existe mais, mas é bem semelhante à Cadeira Minha Infância Crescendo Comigo Fisher Price, Mattel, à venda na Amazon pelo link: https://amzn.to/2X72M9Z 

Cadeirinha

O bebê fica ali quietinho, brincando ou dormindo e a mamãe fica com as mãos livres para fazer o que quiser e/ou precisar. Eu usei pela primeira vez quando meu filho mais velho tinha 15 dias, queria abrir a porta para receber uma amiga e poder abraçá-la, então coloquei-o na cadeirinha junto com uma almofada infantil e foi ótimo. Desde então não larguei mais o objeto.

Quando ele tinha 2 meses fomos para Búzios e levamos a cadeirinha, a levamos até para a praia. A cadeirinha é super leve, então é fácil de levar para os lugares. E o melhor, tem várias posições e regulagens, então a criança pode usar até ficar maiorzinha. Luca, meu mais velho, amava o balanço da cadeirinha. Enrico, o mais novo, não gostava que tremesse, mas gostava de ficar nela. Eu os deixava na cadeirinha enquanto escrevia o blog, assim ficavam do meu lado. Ambos usaram até uns 2 anos, para descansar, folhear um livro, tomar suco, às vezes comer, só tirei o arco de cima para não atrapalhar a criança a entrar e sair sozinha. Ela aguenta até 18kg

Leia mais:

Deixe uma resposta