Livros infantis para conversar sobre racismo com os filhos

Livros contra racismo

Nos últimos dias, com a morte de George Floyd, os movimentos contra o racismo tomaram conta dos EUA e das redes sociais. Hoje me peguei pensando o quanto converso com as crianças sobre o assunto. Já falei aqui sobre o dia em que meu mais velho (do alto de seus 4,5 anos, na época) me ensinou que não existia “cor de pele”. Resolvi então perguntar para eles se sabiam o que era racismo. Luca está no 4o ano do Ensino Fundamental aprendendo sobre os escravos, então foi mais fácil explicar, mas para o Enrico percebi que era difícil. As crianças em geral não veem a diferença entre as pessoas, os adultos é que têm preconceitos. Mais tarde vi o post da @araposaeoelefante que me inspirou a compartilhar essa lista com dez livros infantis que podem te ajudar na missão de conversar sobre o assunto com as crianças.

A Cor de Coraline

Coraline ouviu de Pedrinho a pergunta que achou difícil: me empresta o lápis cor de pele? Aí começou a aventura da menina que fica indagando qual seria a cor da pele. Ela olhou todas as cores de sua caixa de lápis. Pequena, tinha apenas doze. Coraline repassou todas as cores e descobriu maravilhada que cada cor de pele é bonita, cada cor tem uma razão, cada cor significa uma pessoa, um jeito de ser. De cor em cor, ela percebeu que não importa o tom de pele, todos são iguais. E então também soube que linda é a cor de sua pele. Assim, Alexandre Rampazo mostrou a diversidade e a unidade deste mundo. As cores não servem para diferenciar, mas para tornar tudo mais belo. Imagine a monotonia de um mundo cheio de gente de uma cor só? A beleza é a multiplicidade. Daria para Rampazo fazer meninos e meninas com todas as cores do mundo?

https://amzn.to/2XsOm5Q

Livros infantis: A Cor de Coraline

Zumbi Assombra Quem

Zumbi é um tipo de monstro fedorento caindo aos pedaços ou um guerreiro pensante que mora nos vãos da terra? Dúvidas sobre seu corpo e sua história borbulham na cabeça do menino Candê, que mergulha nos detalhes da africanidade que leva nos poros, cabelos e passos. Junto com seu Tio Prabin, sua Mãe Manta e sua Vó Cota Irene, entre outros personagens inusitados que frequentam botecos e encruzilhadas de seu bairro periférico, neste livro colhemos cacos e cantos da história do Brasil, e abrimos horizontes sobre paternidade e as contradições entre celebrar e lamentar a Morte. “Zumbi assombra quem?” é o caminho do aprendizado de Candê sobre as lutas, brinquedos e mistérios de ancestrais quilombolas, descobrindo aventuras antigas que se misturam ao cotidiano de casa e da escola, e à liberdade da rua, entre pipas soltas e esquinas respingadas de sangue. Pelos seus olhos de menino surgem os mistérios, alegrias e medos de Zumbi ao lidar com perguntas que desafiam seu povo há séculos https://amzn.to/2XsOTom

Livros infantis: Zumbi Assombra Quem

Menina Bonita do Laço de Fita

Uma linda menina negra desperta a admiração de um coelho branco, que deseja ter uma filha tão pretinha quanto ela. Cada vez que ele lhe pergunta qual o segredo de sua cor, ela inventa uma história. O coelho segue todos os “conselhos” da menina, mas continua branco. https://amzn.to/2XtpsTu

Menina Bonita do Laço de Fita

Tudo Bem ser Diferente

O livro trabalha com as diferenças de cada um, de maneira divertida, simples e completa, alcançado o universo infantil e abordando assuntos que deixam os adultos de cabelos em pé, como adoção, separação de pais, deficiência física, preconceito racial, entre outros.

https://amzn.to/2z5VGek

Tudo Bem ser Diferente

Vovô Mandela

Zazi e Ziwelene estão curiosos. Querem saber quem foi aquele homem de que tanto fala a sua avó Zindzi Mandela. Por meio das respostas às suas perguntas, os pequenos leitores descobrirão quem foi Nelson Mandela, uma das personalidades mais importantes da história universal. Da vida na tribo e sua origem nobre, passando pela luta contra o apartheid até a conquista do prêmio Nobel da Paz. Uma lição de resistência e paz para as novas gerações. https://amzn.to/309KLLB

Vovô Mandela

Amoras

Na música “Amoras”, Emicida canta: “Que a doçura das frutinhas sabor acalanto/ Fez a criança sozinha alcançar a conclusão/ Papai que bom, porque eu sou pretinha também”. E é a partir desse rap que um dos artistas brasileiros mais influentes da atualidade cria seu primeiro livro infantil e mostra, através de seu texto e das ilustrações de Aldo Fabrini, a importância de nos reconhecermos no mundo e nos orgulharmos de quem somos — desde criança e para sempre. https://amzn.to/3070v28

Amoras

O Pequeno Principe Preto

Em um minúsculo planeta, vive o Pequeno Príncipe Preto. Além dele, existe apenas uma árvore Baobá, sua única companheira. Quando chegam as ventanias, o menino viaja por diferentes planetas, espalhando o amor e a empatia. O texto é originalmente uma peça infantil que já rodou o país inteiro. Agora, Rodrigo França traz essa delicada história no formato de conto, presenteando o jovem leitor com uma narrativa que fala da importância de valorizarmos quem somos e de onde viemos – além de nos mostrar a força de termos laços de carinho e afeto. Afinal, como diz o Pequeno Príncipe Preto, juntos e juntas todos ganhamos.

https://amzn.to/37039YP

O Pequeno Principe Preto

Omo-Oba: histórias de princesas 

É um livro que privilegia o recontar de mitos africanos, muito divulgados nas comunidades de tradição ketu, pouco conhecidos pelo público em geral e que reforçam os diferentes modos de ser femininos. Os seis mitos apresentados têm o objetivo de fortalecer a personalidade de meninas de todos os tempos. https://amzn.to/2Xtrd32

Omo-Oba: histórias de princesas

Flávia e o Bolo de Chocolate 

Em meio aos questionamentos da pequena Flávia sobre a sua pele marrom – tão diferente da pele branquinha da mãe –, a premiada jornalista Míriam Leitão aborda temas delicados como adoção e questões raciais de forma sensível e lúdica para os pequenos. Com belas ilustrações de Bruna Assis Brasil, a autora mostra que o mundo é feito de diferentes cores, pessoas e sabores. E que é justamente isso que o torna tão rico. Flávia e o bolo de chocolate é o terceiro livro infantil de Míriam Leitão, autora também de A menina de nome enfeitado. https://amzn.to/2z5b62q

Flávia e o Bolo de Chocolate

Sinto o que sinto: e a incrível história de Asta e Jaser

Mesmo para os adultos, lidar com os sentimentos nem sempre é fácil. Isso é o que Dan, personagem principal dessa história, percebe ao longo de seu dia, enfrentando diferentes situações que o fazem ter que encarar uma mistura bastante diversa de sentimentos. E à noite, já em casa e quase pronto para ir dormir, Dan ouve uma história muito especial de seu avô sobre seus ancestrais. O livro de estreia de Lázaro Ramos na Carochinha Editora tem como objetivo ajudar as crianças a entender que é normal sentir raiva, alegria, orgulho, tudo ao mesmo tempo. Aprender a identificar e a nomear tais sentimentos é muito importante para o desenvolvimento emocional do ser humano. Além disso, a obra mostra a importância de se valorizar a nossa ancestralidade. https://amzn.to/3cxZC57

Sinto o que sinto: e a incrível história de Asta e Jaser

Leia também:

Festa Junina: 10 ideias de decoração para fazer em casa
Filmes escondidos no Prime Video: “Mais do que uma peça”
Receita de yakissoba prático e delicioso
Dez dicas de decoração DIY com contact
Filmes escondidos no Netflix: Os Irmãos Willoughby